,

Economia e Conforto

Como o PVC é um produto atérmico as esquadrias de PVC proporcionam uma economia energética de até 70% em relação a esquadrias fabricadas com outros materiais.

Foram analisados vários tipos de janelas fabricadas com matérias como alumínio, madeira e PVC, comparando para cada caso a economia alcançada na substituição das janelas de madeira e alumínio por PVC, a economia chegou a 70% (Janela de PVC tipo oscilo batente com vidro térmico/acústico) comparada com mesmo modelo e características fabricadas com alumínio).

O resultado obtido, em todos os casos analisados pelo IDAE, é que as janelas de PVC são as que mais poupam energia, contribuindo ao mesmo tempo de forma decisiva para reduzir as emissões de CO2 para a atmosfera. O IDAE atestou que as janelas fabricadas com perfis de PVC, aumentam a economia energética média de 44% entre as esquadrias testadas.

COMPARATIVO ENTRE MATERIAIS

ISOLAMENTO TÉRMICO

A perda energética através das esquadrias em uma edificação pode chegar a 33%.

As esquadrias da ELLOPVC, podem reduzir significativamente os gastos com energia elétrica.

Para resfriar uma casa que utiliza portas e janelas da ELLOPVC, num dia quente, será necessário utilizar o ar condicionado com uma potência menor do que em uma casa que utiliza janelas comuns, este processo vale também para o aquecimento da casa num dia frio, de modo que o aquecedor seria utilizado em potências mais baixas. O grau de isolamento térmico de uma janela depende dos seguintes fatores:

 

ISOLAMENTO ACÚSTICO

O isolamento acústico  de portas e janelas é muito importante, não só para um maior conforto como também para aumento da qualidade de vida das pessoas.

Com as esquadrias da ELLOPVC é possível obter um isolamento acústico de até 46 dB.

Segundo a norma NBR 10.152 da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), o limite aceitável de ruído é diferente para cada local conforme abaixo:

  • enfermaria de hospital: 35dB a 45dB;
    •    sala de aula: 40dB a 50dB;
    •    quarto de hotel: 35dB a 45dB;
    •    dormitório residencial: 35dB a 45dB;
    •    escritório com computadores: 45dB a 65dB;
    •    Locais fechados para espetáculos e esporte: 45dB a 60dB.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o nível de ruído recomendável para a audição é de até 50 decibéis (dB). A figura mostra exemplos de níveis médios de ruídos em decibéis.